Categories

A sample text widget

Etiam pulvinar consectetur dolor sed malesuada. Ut convallis euismod dolor nec pretium. Nunc ut tristique massa.

Nam sodales mi vitae dolor ullamcorper et vulputate enim accumsan. Morbi orci magna, tincidunt vitae molestie nec, molestie at mi. Nulla nulla lorem, suscipit in posuere in, interdum non magna.

Experiência

Em nosso trabalho de orientação vocacional, somos sempre procuradas por jovens que estão perdidos e não conseguem decidir por esta ou aquela profissão. Na maioria dos casos, notamos que lhes falta informação para que possam fazer suas escolhas. Falta-lhes informação sobre as profissões existentes, sobre o mercado de trabalho, sobre escolas e cursos disponíveis.

Mas o que constatamos com mais freqüência no consultório é a falta de informação dos jovens sobre si mesmos: eles não sabem quem são, de onde vêm e pra onde vão. Não sabem do que gostam, no que acreditam, com que talentos e habilidades contam, quais serão seus desafios pessoais e profissionais. Falta-lhes autoconhecimento.

Há também pessoas que já exercem alguma profissão, mas que estão insatisfeitos e infelizes. Nesses casos, a falta de autoconhecimento pode ser ainda mais grave. A escolha errada vem da inconsciência sobre si mesmo somada à falta de informação e orientação suficientes na época em que foi necessário escolher.

É claro que há casos e casos. Indivíduos com múltiplos talentos têm mais dificuldade em fazer uma opção do que aqueles que têm um talento definido e habilidades afins com ele. Aos mais plurais e cheios de recursos, a escolha pode ser ainda mais cruel. Justamente por fazerem várias coisas com relativa facilidade, não conseguem detectar qual a profissão que vai mais lhes satisfazer.

Pior que isso, é quando se escolhe um caminho por que é o que trará maior recompensa material. Este é um tremendo engano, pois qualquer recompensa só virá como conseqüência de uma profissão praticada com vontade, estímulo e satisfação. Quando se pratica algo só pelo ganho que possa resultar, cedo ou tarde a frustração bate à porta e nos sentimos tão infelizes que a conquista material não paga a pena. Por isso, clique aqui e faça o seu perfil vocacional agora mesmo.