Arquivo do autor:Ciça Bueno

Saturno, a grande vedete vocacional

SATURNO, a grande vedete vocacional, acaba de mudar de signo e entrar em Capricórnio, signo que rege e onde fica bem confortável. Ele deve permanecer naquele signo desde dezembro de 2017 até março de 2020.

Saturno é o último planeta do sistema solar visível a olho nu. Justo por isso significa o limite da realidade. Sua presença no mapa evidencia aonde enfrentaremos limites, desafios e obstáculos inerentes ao nosso crescimento pessoal e profissional e, aonde desde cedo, aprendemos a lidar com as responsabilidades e as consequências de nossas ações.

Sua posição no mapa astral de nascimento é fundamental para a questão vocacional, pois Saturno é o regente natural do Meio-do-céu (MC), o ponto de culminância pessoal, social e profissional que almejamos atingir na sociedade e no mundo. Saturno está sempre ligado e voltado para o MC, preocupado com o futuro, com o momento em que não puder mais trabalhar e tiver que desfrutar do que construiu.

A casa do mapa astral onde ele se encontra é determinante para sua escolha profissional pois revela em quais assuntos da vida você teme insucessos, sente um incômodo senso de dever, receia o novo, não experimenta, não permite que seus impulsos criativos reinem livres.

Saturno nos controla e nos força a desenvolver qualidades ou características que, se não fosse pela pressão que ele exerce, não enfrentaríamos. Ao contrário, com receio do desconhecido, acionamos a autocrítica e aniquilamos qualquer tentativa de inovação, com medo do julgamento e da crítica alheia.

Mas Saturno diz “do jeito que se semeia, se colhe”. E, se na área que se tem Saturno, você for saturnino ou seja, se debruçar sobre ela com atenção, enfrentar seus medos, imprimir tempo e dedicação, perseguindo o desenvolvimento com disciplina, método, paciência, perseverança e persistência e ouvindo o que ele tem a ensinar, você será recompensado: cedo ou tarde seu senso de inadequação se transformará em integração, solidez, valor próprio.

Como “deus do tempo”, Saturno garante que com o passar dos anos, você é quem vai controlar os assuntos daquela área e se tornar um perito, um especialista, uma autoridade no que faz, amplamente reconhecido por seu trabalho e esforço.

Encarando o desafio de Saturno, você estará se estruturando e colherá realização profissional, estabilidade, sucesso, prestígio, status e poder como meios de sentir-se seguro e reconhecido, que é o que nós mais queremos na casa onde Saturno mora.

Nesta área, suas escolhas devem passar por profissões em que possa expressar habilidades saturninas como planejamento, empreendimento, administração e finanças ou para áreas que envolvam o detalhe e a precisão, a pesquisa e as ciências, a perícia e a técnica, o aprimoramento e o aperfeiçoamento, como desenvolvimento de produtos, pesquisas acadêmicas, científicas ou de mercado; ou ainda planejamento de produtos e serviços.

Nessa área, você pode trabalhar sozinho ou em equipe, mas precisa exercer autoridade ou ocupar cargo de comando, chefia, proeminência, status ou posição social. Saturno sabe escolher os melhores componentes para uma equipe e liderá-la com autoridade e eficiência.

Saturno acaba de entrar em Capricórnio, onde vai exercer suas funções com maior firmeza. Saturno preza a estrutura, a estabilidade, a economia, a eficiência, a redução de desperdício e sugere que haja planejamento e previsão com antecedência suficiente para que se mantenha tudo sob controle. Saturno despreza a desorganização, a imprevisibilidade, o desmando e o desgoverno e prega a disciplina, a responsabilidade, a ordem e a competência como atitudes-chaves para que a realidade seja dominada.

Saturno em Capricórnio favorece áreas como administração, gestão, auditoria, finanças e controles, visando aumento da produtividade e crescimento efetivo. Signo e planeta ainda se afinam com a tradição, a experiência e o conservadorismo, o deve fortalecer o status quo, as regras e leis vigentes. E elege o público da terceira idade como favorito, garantindo-lhe mais espaço e protagonismo. As áreas de prevenção e segurança também devem crescer e se desenvolver nos próximos anos.

Faça aqui o seu perfil vocacional completo e descubra aonde Saturno mora em seu mapa astral de nascimento, o que vai ajuda-lo muito a fazer suas escolhas profissionais com mais assertividade.

Porque a astrologia pode ajudar você na escolha profissional?

Alguns jovens já escolheram qual profissão vão seguir, motivados por um talento ou habilidade, por obter segurança material, ganhar dinheiro, adquirir sucesso, fama ou reconhecimento, ou ainda por se identificarem com a rotina diária desta ou daquela profissão. Mas há os que ainda estão cheios de dúvidas, tais como:

 

Afinal, o que realmente eu gosto de fazer?

Em qual profissão vou me dar bem?

Para que tipo de ocupação eu sirvo?

Como será o meu dia-a-dia de trabalho nesta ou naquela profissão?

Devo escolher o que mais gosto ou o que vai me dar mais dinheiro?

Qual atividade vai me dar maior retorno financeiro?

Devo ouvir os conselhos dos meus pais?

Tenho vontade de cursar duas faculdades ao mesmo tempo. Será que vou conseguir?

Tenho que trabalhar para ajudar minha família. Será que vou aguentar cursar uma faculdade à noite?

E se eu errar na escolha?

O que devo fazer? O que devo escolher? O que eu realmente quero da minha vida?

Todas estas angustias são absolutamente normais. E todas estas perguntas têm respostas. Elas estão dentro de nós. E se não conseguirmos responder a todas elas quando jovens, um dia responderemos.

Todas as escolhas que fazemos na vida nos serão úteis de alguma forma. Além disso, temos todo o direito de errar. Se não acertarmos na primeira, de qualquer modo, estaremos acumulando conhecimento, experiência e amadurecendo. Por isso não se afobe. Tudo o que você tem é tempo. Mesmo que o mundo tente lhe provar o contrário. “Take your time!”

A astrologia vocacional pode ajudá-lo muito nesta escolha porque a vocação é uma extensão de quem você é. Através do estudo do seu mapa astrológico vocacional, você conhece suas características de personalidade, suas habilidades e talentos, além de suas dificuldades e desafios e ainda, em que áreas e assuntos de sua vida você vai poder experimentá-los.

E, na medida em que compreende a sua “natureza”, você pode fazer melhores escolhas. Ler e interpretar o mapa natal de um indivíduo é conhecer as características de sua personalidade e de seu projeto de vida. E conseqüentemente em que atividade melhor vai se realizar.

A astrologia tem várias aplicações, mas é como ferramenta de autoconhecimento que ela atinge seu maior grau de eficiência.  Conhecer quem se é, é uma condição para ser feliz e para integrar corpo, mente, coração e alma, seja no trabalho ou na vida, em busca de independência, autonomia e, consequentemente de sucesso. É o que todos buscamos, a nossa excelência pessoal.

A astrologia não revela tudo, mas nos ajuda muito a conhecer e explorar nossos cantinhos claros e escuros, para fazer escolhas com mais vontade, segurança objetividade. Experimente. Faça seu perfil vocacional agora, clicando aqui.

Veja exemplo clicando aqui

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você conhece o Fórum do Amanhã?

 

logotipo do Forum

O Fórum do Amanhã será realizado pela terceira vez entre os dias 22 e 25 de novembro próximos, na cidade histórica de Tiradentes, inspiradora de utopias, insights e encontros significativos. O tema do III Fórum do Amanhã será as Riquezas Brasileiras e como podemos Reconhecer, Gerar e Distribuir tais riquezas.O Brasil precisa de um novo projeto de país que integre diferentes vertentes de pensamento e que nos faça superar o estado de perplexidade e fragmentação em que nos encontramos.  O ideário desta “nova via” deverá vir da sociedade civil, em movimentos democráticos, vivos, criativos e propositivos.

É esse o espírito que irá nortear o III Fórum do Amanhã.
Para ressaltar o caráter de um projeto feito a muitas vozes, os debates terão como ponto de partida a Carta do Amanhã, documento-síntese que refletiu a diversidade das contribuições dos dois primeiros fóruns, vindas de intelectuais, artistas, empresários, lideranças dos movimentos sociais, de afro descendentes, indígenas, da nova política, empreendedores sociais – todos com o único denominador comum de se propor a pensar generosamente o futuro do Brasil.

Neste ano o fórum colocará a um núcleo heterogêneo de convidados-debatedores, questões gerais que serão abordadas de forma transdisciplinar, buscando-se  uma integração de idéias, sentimentos e insights que só um grupo plural consegue realizar.

As questões colocadas serão debatidas pelo núcleo de convidados e pela platéia, sendo finalmente realizada uma síntese das discussões no ultimo dia. É desejo do Fórum do Amanhã que, a partir do desenho final deste encontro, a visão de Brasil, expressa em nova Carta, seja permanentemente reescrita a muitas mãos, servindo de referencial para o futuro Fórum do Amanhã.

Helio Mattar

Ilona Szabo

Roberto Gambini

Entre os convidados estarão Ana de Oliveira, Cassia Moraes, Eduardo Muylaert, Eduardo Rombauer, Hélio Mattar, Ilona Szabo, Jayme Garfinkel, Jorge Caldeira, Jose Pedro de Oliveira Costa, Marcos Vinicius Botelho da Silva, Mauricio Curi, Newton Cannito, Olivio Tavares de Araujo, Rejane Dias, Ricardo Carvalho, Roberto Gambini, entre outros.

O que é o Fórum do Amanhã?

Domenico De masi

O FDA  é um movimento inaugurado em novembro de 2016 na cidade de Tiradentes, que reuniu inteligências, lideranças e cidadãos dispostos a pensar o Brasil de amanhã, um país digno de ser sonhado. Entre outras propostas, o Fórum do Amanhã deu visibilidade a ideias e projetos pioneiros em andamento, que já apontam caminhos para o futuro e procurou criar canais de comunicação entre uns e outros.

A edição de 2016  levantou os principais problemas do nosso país e publicou a 1a Carta do Amanhã, documento que sintetizou  as ideias daquele encontro. Estavam presentes alguns pensadores brasileiros e estrangeiros tais como Eduardo Gianetti e Domenico De Masi, que são os inspiradores do Fórum do Amanhã, justo porque defendem a ideia de sonhar um futuro melhor para o nosso país.

Carlo Petrini

A edição de 2017 abordou as virtudes que encontramos entre nós e que já se traduzem em projetos sociais, iniciativas empreendedoras,  publicações e tantas outras mais, fruto da inciativa dos que sonham com um Brasil melhor, mais humano, mais moderno, mais justo. A ideia era discutir maneiras de ampliar tais iniciativas, de incluí-las, adotá-las e incorporá-las a novas políticas públicas. Estiveram presentes Carlo Petrini ( presidente mundial do Slow Food – confira aqui no site), Anna Livia Arida, Bruno Capão, Eduardo Rombauer, Fernanda Silveira Bueno, Helio Mattar, Jayme Garfinkel, Jorge Forbes, Julio Medaglia, Lama Padma Samten, Lourdes Solla, Newton Cannito, Max Nolan, Rosiska Darcy de Oliveira, assim como os inspiradores Eduardo Gianetti e Domenico De Masi.

Eduardo Gianetti

O Fórum do Amanhã 2017 discutiu temas como Inovações empresariais, Políticas públicas para as drogas, O vazio do poder político,  Os problemas da segurança pública, das Bolhas sociais, entre outros. O evento sempre se apresenta em vários locais, todos no centro de Tiradentes e, neste ano será montado um circo no coração da cidade, onde ocorrerão as rodas de discussão. O FDA sempre apresenta atividades paralelas, como exposições, shows, teatro, cinema, noite de autógrafos e lançamentos. Neste ano, foi eleito o Vertentes Vale, um espaço que nasceu das iniciativas do FDA, dedicado à inovação, educação de jovens e cultura, que vai abrigar inúmeras atividades. Além de muitas trocas e do clima de solidariedade que reina, a cidade histórica de Tiradentes é encantadora. Portanto, moçada, o evento é IMPERDÍVEL! 

participantes do Forum do Amanhã

Equipe mentora e organizadora do Fórum do Amanhã

 

 

 

 

 

 

 

Confira a programação, PARTICIPE E INSCREVA-SE no www.forumdoamanhã.com

Curta nossa página no facebook.com/forumdoamanhã, no twitter e no Instagram.

E ESPALHE ESSA NOTICIA!

Clique aqui para conhecer o Perfil Vocacional Completo do Fórum do Amanhã

Brasil, o país do futuro

brasil-politico O Brasil Independente, que completa duzentos anos em 2022, é um país continental com população, economia e território entre os dez maiores do mundo, com recursos abundantes e disponíveis como terra cultivável, com água potável e reservas de petróleo e minérios. Num mundo onde a escassez está no horizonte, o país poderá desempenhar um importante papel no futuro do planeta e no cenário geopolítico.

O Brasil também é abundante em suas mazelas, que frequentam o noticiário diariamente. E algumas delas têm origem no Brasil Colonial tais como as consequências da escravidão, da economia agroexportadora e de um estado patrimonialista, apesar de toda a modernização por que já passou.

sociedade-colonial O país é uma terra de contrastes, com um povo alegre e festeiro que convive com índices de violência e drogadição impressionantes, com algumas autarquias e empresas de excelência internacional que convivem com uma educação básica lastimável, com uma deslumbrante paisagem natural e uma urbanização caótica, suja e feia. Desde sempre as boas legislações ficam no papel, os ideais republicanos patinam e não decolam, os condomínios de luxo estão cercados por favelas e cortiços. E poderíamos citar ainda inúmeras outras contradições.

As mazelas não são coisas só nossas e podem ser vistas em nossos vizinhos latinos, conta que deve ser debitada à colonização ibérica de caráter estatal. E apesar de tudo a população cresceu de 3 na época da independência para quase 200 milhões, a economia se diversificou e tateamos a democracia há algum tempo.brasil-colonia-01

Depois de muitos meses de incertezas, o Brasil parece retomar seu curso. A partir de agora, final de setembro, esperemos que o país engrene e retome o crescimento. Vamos acompanhar de perto e torcer.

Muitos historiadores apontaram continuidades na vida da nossa nação e do nosso descobridor. Vamos examinar isso de perto, reproduzindo aqui os perfis vocacionais de Portugal e do Brasil. Sim, um país também tem mapa astral, que é o momento em que se torna uma nação independente, no nosso caso 7 de setembro de 1822, às 16h08, em São Paulo. No caso de Portugal, em 15 de março de 1143 (Juliano), data da assinatura do tratado com o reino de Leão. (editado da Introdução do livro A contente mãe gentil rumo ao bicentenário, de Rui S. S. Barros e Ciça Bueno, lançamento digital em 2013 pelo www.clubedosautores.com.br)

Clique aqui para ler o perfil vocacional completo do Brasil

Clique aqui para ler o perfil vocacional completo de Portugal